domingo, 26 de abril de 2015

0

Servidores da Educação de Canindé irão aderir a GREVE NACIONAL DO DIA 30 DE ABRIL

No dia 22 de abril de 2015, foi realizada uma Assembleia Geral Extraordinária, onde os Servidores Públicos de Canindé de São Franciscos tomaram decisões importantes para o avanço nas conquistas.

Foi passado para a categoria a luta por um reajuste digno e decente para os trabalhadores, desde o início da da proposta de tabela salarial aprovada pelos trabalhadores e encaminhada para o Executivo Municipal até as ultimas negociações. Onde a Administração Pública de Canindé encaminhou um documento onde, no dia 05 de maio de 2015 estará encaminhando para o SINDISERVE-CANINDÉ a proposta de reajuste salarial.

A servidora Pública, Assistente Administrativo, Marta  Maria Santos propôs para a categoria que aguardasse até o dia 05 de Maio, e que dia 06 de Maio fosse realizado uma Assembleia Geral para que seja tomada as devidas providências, caso chegue a proposta ou não; a proposta foi aprovada por unanimidade e foi marcada uma Assembleia Geral Extraordinária para o dia 06 de maio, onde em breve a Diretoria estará divulgando o local e horário.

A Direção do SINDISERVE-CANINDÉ, passou para a categoria da GREVE NACIONAL PARA OS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO, que será realizada no dia 30 de abril, onde tem a importância dessa Luta Nacional por mais direitos e igualdade, foi colocado também a importância dos Servidores Públicos de Canindé de São Francisco estarem aderindo ao Movimento, foi colocado em votação e foi aprovado, ASSIM OS SERVIDORES PÚBLICOS DE CANINDÉ DE SÃO FRANCISCO LOTADOS NA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO NÃO IRÃO TRABALHAR NO DIA 30 DE ABRIL, onde os mesmos estarão participando do ato público, que será a IV CAMINHADA DO TRABALHADOR NO ALTO SERTÃO SERGIPANO - A FORÇA DA UNIÃO CONSTRÓI A IGUALDADE - Manter, Ampliar e Conquistar Direitos, que terá a concentração às 07h00min em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, localizado na Avenida Paulo Afonso.

sábado, 25 de abril de 2015

0

Mobilização para a IV Caminhada do Trabalhador no Alto Sertão Sergipano

Hoje, dia 25 de abril de 2015, lideranças dos movimentos Sindicais estiveram na feira livre de Canindé de São Francisco mobilizando os trabalhadores e trabalhadoras e toda a população para a IV Caminhada do Trabalhador no Alto Sertão Sergipano - A FORÇA DA UNIÃO CONSTRÓI A IGUALDADE.



Esta á a 4ª Edção da Caminhada do Trabalhador no Alto Sertão Sergipano, onde tem os seguintes organizadores: o SINDISERVE-CANINDÉ: Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco, o SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES, o SINTESE  DO ALTO SERTÃO, A ACONASCE: Associação Comunitária Nossa Senhora da Conceição, a UMESC: União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Canindé de São Francisco. Com o lema: A FORÇA DA UNIÃO CONSTRÓI A IGUALDADE, São trabalhadores do Campo e da Cidade, Servidores Públicos Municipais, Professores, Estudantes, empregados, desempregados que caminham juntos comemorando o 1 de maio - DIA DO TRABALHADOR, este ano de 2015 a data a ser comemorada o dia 1 de maio será no dia 30 de abril de 2015, com concentração às 07h00min da manhã em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, localizado na Avenida Paulo Afonso.


sexta-feira, 17 de abril de 2015

0

Assembleia Geral Extraordinária é convocada para debater a Negociação Salarial 2015

Ontem, dia 16 de abril de 2015, aconteceu uma reunião entre a Administração Pública de Canindé de São Francisco e o SINDISERVE-CANINDÉ, para tratar da Negociação Salarial 2015. Representando a Gestão Pública de Canindé de São Francisco estavam o Secretário de Finanças, José Santos de Andrade (Neném), o Secretário de Administração, José Cláudio dos Reis e o Geral Heráclito de Oliveira de Azevedo, e representando o SINDISERVE-CANINDÉ, estavam o Presidente da entidade, Emanoel Messias Aleixo da Silva, a Vice-Presidente Rosana Goes de Menezes, o Secretário Geral José Adailton de Souza e a Diretora de Divulgação e Cultura Jilmária Soares dos Santos.


A direção já marcou uma Assembleia para o dia 22 de abril de 2015, onde a categoria irá debater sobre a Negociação Salarial 2015 e passar informes para a categoria seguir avançando.


0

Time do SINDISERVE-CANINDÉ participará do Campeonato Municipal de Futsal 2015, II Copa Adelson Caetano

O Time do Sindiserve-Canindé Futsal Clube fará sua estreia pelo Campeonato Municipal de Futsal 2015, (II COPA ADELSON CAETANO), próximo sábado, dia 18 de abril às 19h15min. A equipe está no Grupo B, que tem os times da Portelinha, Confiança e Bahia. "Estamos iniciando um trabalho de formação de equipe e tenho a certeza que iremos surpreender", destaca o Diretor de Esportes do Sindiserve-Canindé, Ueber da Silva Miguel.  


VEJA A BAIXO AS DATAS DOS JOGOS DO SINDISERVE-CANINDÉ:
DATA
DIA
HORA
GRUPO
EQUIPE

EQUIPE
18/04
Sábado
19:15
B
Portelinha
X
SINDISERVE
28/04
Terça
19:15
B
SINDISERVE
X
Bahia
07/05
Quinta
20:15
B
Confiança
X
SINDISERVE

quarta-feira, 8 de abril de 2015

0

Ruas de Aracaju ficam vermelhas no Dia de Luta, 7 de abril

Movimento social e sindical diz NÃO ao retrocesso

Escrito por: Iracema Corso

A data prevista para a votação do Projeto de Lei 4330 – que ameaça o emprego público e representa a ampliação da exploração do trabalhador terceirizado –, esta terça-feira, dia 7 de abril, concretizou-se como um Dia de Luta em todo o País contra os avanços da direita brasileira, apoiada pelo capital internacional.
A Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), o movimento estudantil, trabalhadores do campo e da cidade e o movimento de luta por moradia, MST, MOTU, DCE/UFS e Levante Popular da Juventude se somaram a lideranças de comunidades quilombolas e ao Movimento Nacional de Direitos Humanos na construção de uma marcha pelas ruas do mercado, calçadão e Centro de Aracaju.
A marcha reuniu, na tarde desta terça-feira, centenas de militantes sociais de todo o Estado de Sergipe que cantaram canções, empunharam cartazes e fizeram pronunciamentos sobre a ampla pauta de reivindicações que levaram às ruas nesta data: contra o golpe, intervenção militar, a volta da ditadura e em defesa da democracia; contra a política de ajustes neoliberais; em defesa da Petrobras, para que o petróleo continue sendo do povo brasileiro; pela punição de todos os políticos corruptos; pela reforma política com proibição de financiamento privado de campanhas, com aprovação de projeto de lei de coalizão democrática e do plebiscito para convocação de uma assembleia constituinte); pela Democratização da Comunicação; reforma tributária com taxação sobre grandes fortunas; em defesa do emprego e dos direitos trabalhistas e contra o Projeto de Lei 4330/04.
O presidente da CUT/SE, professor Rubens Marques, enfatizou que a elite brasileira, enriquecida pela corrupção, esconde seus reais propósitos por traz de um discurso hipócrita e moralista contra a corrupção. “A elite deste País esta incomodada porque a classe trabalhadora começou a avançar, mas avançar com méritos depois de um século de lutas. Nada caiu do céu para os trabalhadores. Nem a reforma agrária, nem as conquistas salariais, nem a conquista pela moradia popular... Tudo foi fruto de uma grande luta, e esta elite hipócrita começou a reagir quando as trabalhadoras domésticas passaram a conquistar direitos trabalhistas, pois elas queriam mantê-las para sempre a margem destas conquistas, subjugadas como escravas e não como trabalhadoras. Trabalhadores do campo e da cidade, estudantes, movimento social e sindical está unido para dizer a esta elite brasileira que aqui ninguém aceita canga”.
O representante do MST, Gileno Damasceno Silva, frisou que o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra está nas ruas há mais de 30 anos e não vai assistir de braços cruzados nenhuma forma de retrocesso político ou Golpe.
O vice-presidente da CUT/SE, Roberto Silva, observou que o PL 4330 e a redução da maioridade penal representam Projetos de Lei que prejudicam a população trabalhadora e as crianças empobrecidas. Ambas propostas que tramitam no Congresso Brasileiro são a prova cabal da necessidade de Reforma Política pela falência deste sistema representativo financiado por empresários que legislam em causa própria e contra a maioria da população brasileira. "Aracaju vermelhou. O povo tomou as ruas de Aracaju em defesa da democracia, da classe trabalhadora, pela Reforma Política, pela Democratização da Comunicação, contra a redução da maioridade penal e extermínio da juventude negra, enfim, contra todo e qualquer retrocesso de direitos! No conjunto, as pautas representam o projeto de Brasil assinado pelo movimento social e sindical, queremos mais democracia, mais participação popular”.
 

quarta-feira, 1 de abril de 2015

0

Servidores Públicos realizam Ato Público em Frente ao Ministério Público de Canindé

Ontem, dia 31 de março de 2015, servidores públicos do Município de Canindé de São Francisco que estão na luta por moradia popular  realizaram uma manifestação em frente ao Ministério Público da Comarca de Canindé de São Francisco/SE.
 
Entendendo a luta dos Servidores Públicos por moradia popular...
 
Desde 2011 é aprovada em Assembleia como pauta de luta - A MORADIA POPULAR, onde no ano de 2011 depois de muita luta os servidores públicos do município conseguiram encaminhar uma lista com o nome de 90 servidores que findou em apenas 23 conseguindo de fato, pois a administração pública de Canindé de São Francisco não concedeu os outros 67 terrenos restantes prometidos. A pauta de MORADIA POPULAR foi reivindicada e aprovada pelos servidores públicos do Município de Canindé de São Francisco - SE em Assembleia nos anos de 2012, 2013, 2014 e 2015; no ano de 2013 o SINDISERVE-CANINDÉ conseguiu depois de muita luta e negociação com a administração pública de Canindé, com que a gestão encaminhasse um documento contendo propostas para os servidores que os mesmos aprovaram em Assembleia, e no decorrer do ano de 2013 o Prefeito Heleno Silva não cumpriu, em 2014 novamente a administração encaminhou para os trabalhadores uma proposta da concessão de terrenos para os servidores, que no mês de junho de 2014 começou a avançar, quando a direção viu que de fato ia acontecer as doações por parte do município, foi convocada uma assembleia para discutir e deliberar sobre as doações dos terrenos que a categoria estaria conquistando, como por exemplo definindo critérios aprovados em assembleia realizada no dia 25 de junho de 2014. Ao longo desse período a direção do SINDISERVE-CANINDÉ sempre anunciava em assembleia e no programa de rádio LIBERDADE POPULAR, que vai ao ar todas as quartas-feiras na Rádio Comunitária Amanhecer FM 104,9 a documentação necessária para ser encaminhada para a secretaria de obras. Ao todo foram 117 servidores públicos efetivos do município que encaminharam a documentação exigida pela administração pública.
 
Desde 2011, foi intensificado a luta por moradia popular, principalmente quando os terrenos eram doados sem critérios algum pelo município de Canindé de São Francisco, causando a indignação de centenas de servidores públicos municipais que moravam em casas de taipa, casas alugadas, de favor, com parentes, dentre outras situações. No ano de 2014 foi criada uma comissão composta de 10 servidores públicos municipais filiados ao SINDISERVE-CANINDÉ para que pudessem cobrar juntamente com a Direção da entidade para que o município de Canindé efetivasse o direito da Moradia Popular.
 
Desde novembro de 2014, era para a Secretaria de Obras terem doados os 100 terrenos colocados como proposta para os servidores públicos, que foi aprovado em assembleia da categoria, mas houve uma mudança de secretários de obra, onde saiu o então secretário Carlos Pereira da Fonseca e assumiu Pedro Bezerra Cacho Neto (PEDRÃO), e houve várias reuniões para passar para o novo secretário de obras todo o processo, desde a luta dos trabalhadores, passando pelas propostas encaminhadas pela administração, até a aprovação dos servidores em Assembleia.
 
 
A comissão formada por dez servidores mais a Direção do SINDISERVE-CANINDÉ, juntamente com "PAI TONHO", que é o coordenador de Habitação, foram ver o local reservado para os servidores que serão beneficiados com a doação da administração. Foi explanado que aquela área estava reservada para os servidores públicos que conseguiram, depois de muito tempo conquistar através de uma negociação salarial uma doação de 100 terrenos.
 
 
 
 
 
No dia 18 de março de 2015, a Direção do SINDISERVE-CANINDÉ, representado pelo presidente da entidade, Emanoel Messias Aleixo da Silva, a Vice-Presidente, Rosana Goes de Meneses e o Secretário de Esportes Ueber da Silva Miguel discutiram os últimos detalhes para a doação dos terrenos dos servidores públicos municipais de Canindé de São Francisco. Depois de muita discussão ficou acordado que iria ser encaminhado em breve a documentação para os servidores que encaminharam à sua documentação.
 


À Direção do SINDISERVE-CANINDÉ foi surpreendida com uma ligação do Ministério Público, para se encontrar às 16h10min no Ministério Público da Comarca de Canindé de São Francisco, para participar de uma Audiência Pública, sem menos saber do teor do assunto a ser tratado. Foram representando o SINDISERVE-CANINDÉ, o atual Presidente da entidade, Emanoel Messias Aleixo da Silva, e a Vice-Presidente, Rosana Goes de Menezes, e estavam presentes no Ministério Público a Vereadora Ivone Alves Feitosa. o vereador Ronildo Bezerra Rodrigues, o Promotor de Justiça da Comarca de Canindé de São Francisco, Dr. Emerson Oliveira Andrade, a Assessora Jurídica Municipal, Drª Kátia Lúcia Siqueira, o Secretário Municipal de Obras, Pedro Bezerra Cacho Neto e o Coordenador do Departamento de Habitação Municipal, Antônio dos Santos Souza. Assim que os dirigentes sindicais chegaram, foi logo questionado pela vereadora Ivone Alves Feitosa, de que "era muita coincidência a luta dos terrenos ter sido no mesmo momento da eleição do Sindicato" como também "o sindicato teria indicado os servidores públicos", "que era injusto esta conquistando esses terrenos para somente os filiados", "que não tinha critérios para os servidores que estavam pleiteando os terrenos" dentre outras frases de falta de entendimento de luta de classe. Para a Direção do SINDISERVE-CANINDÉ, a vereadora Ivone ao invés de estar em defesa dos trabalhadores  por Moradia Popular, estava a todo o momento tirando a importância da luta desde 2011 travada pelos servidores públicos filiados ao SINDISERVE-CANINDÉ. Tendo em vista que esta é uma luta aprovada em Campanha Salarial desde o ano de 2011, fica em evidência que a vereadora Ivone não percebe que tudo se deu por uma luta de classe, que vem se perpetuando desde o ano de 2011 e só tivemos um verdadeiro avanço somente agora. Depois de ouvir os vereadores que estavam contra a luta organizada dos servidores efetivos, a Gestão Municipal e a Direção do SINDISERVE-CANINDÉ, Dr. Emerson Oliveira Andrade acordou com a Assessora Jurídica do Município de Canindé que será criada uma Lei, na qual garantirá para os servidores públicos municipais serem beneficiados com os terrenos.

 Dezenas de servidores marcaram presença em frente ao Ministério Público da Comarca de Canindé de São Francisco, onde servidores pediram o apoio do Ministério Público para a efetivação de direitos e de que a luta por moradia popular é UMA LUTA DE CLASSE ORGANIZADA, em especial ao das doações dos terrenos.

Um avanço no ato público foi a conversa que os servidores tiveram com o Secretário Geral do Município de Canindé de São Francisco, Heráclito Oliveira de Azevedo, onde os Dirigentes Sindicais solicitaram agilidade na criação da Lei Municipal que garantirá a doação de terrenos para os servidores públicos ressaltando a necessidade da Direção do SINDISERVE-CANINDÉ fazer parte de sua elaboração. Heráclito passou para a categoria que no dia 09 de abril de 2015, onde já tem uma reunião marcada entre Administração e Direção do SINDISERVE-CANINDÉ onde será apresentada pelo Município de Canindé de São Francisco a contra Proposta da tabela para o reajuste salarial, logo após a administração apresentará o projeto de Lei referente à doação de terrenos para os servidores.

 Os servidores Públicos tiveram o apoio do Movimento Estudantil de Canindé de são Francisco. "A luta não pode ser limitada, e sim universal, pela melhoria da qualidade de vida para a classe trabalhadora, com educação, saúde e moradia popular para a classe trabalhadora e seus filhos", falou Damião Feitosa, presidente da União Municipal dos Estudantes de Canindé.
"os políticos locais deveriam participar das lutas dos trabalhadores para poder entender o que é o movimento de classe, sinceramente não sabemos o porquê de vereadores, como por exemplo Ivone e Ronildo está "contra" essa luta que travamos desde 2011" afirma o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Messias Aleixo da Silva. "Os trabalhadores e trabalhadoras que estão nessa luta há anos não vão desistir e tem o nosso apoio irrestrito, para que juntos estejamos conquistando mais uma vitória" finaliza ,Emanoel Aleixo
 

quarta-feira, 25 de março de 2015

0

FUTEBOL SEMANAL DO SINDISERVE-CANINDÉ

A Direção de Esportes do Sindiserve-Canindé estará inaugurando o novo dia e horário para o "FUTEBOL DO SINDISERVE", que será realizado todas as quartas-feiras, a partir das 19h30min, no campo de futebol Andrezão. Vamos divulgar essa iniciativa, pois o "FUTEBOL DO SINDISERVE" além de ser um exercício físico e melhorar a saúde, proporciona a interação entre diversos tipos de categorias do serviço público municipal de Canindé de São Francisco. 
 
Além de fomentar a prática esportiva, seja ela individual ou coletiva, com o objetivo de contribuir para a sociabilidade, para a melhoria da saúde física e mental e para a qualidade de vida dos Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco - SE.
 
 
"Atualmente são realizadas duas atividades esportivas pelo SINDISERVE-CANINDÉ, a prática do "FUTSAL DO SINDISERVE" que é realizado às Terças-Feiras das 18h00min às 19h30min e o "FUTEBOL DO SINDISERVE" que é realizado todas às quartas-feiras a partir das 19h30min. Nos reunimos com alguns servidores (as) públicos companheiros (as)  convidados (as) e traçamos novas metas, como a implementação de práticas esportivas para as mulheres servidoras públicas, como por exemplo a ZUMBA, o Vôlei e o Futsal, dentre outras modalidades" declara o Diretor de Esportes do SINDISERVE-CANINDÉ, Ueber da Silva Miguel.
 

sábado, 21 de março de 2015

0

Lei do Piso Salarial dos ACS e ACE é aprovada em Canindé - SE

Após muitos anos de luta, Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias irão receber o Piso Salarial Nacional, a partir deste mês.

Desde 2006, que as categorias dos ACS's e ACE's estão na luta juntamente com a CONACS:Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, Confederação Sergipana das Associações Municipais dos Agentes Comunitários de Saúde, CUT, Federações Estaduais e ACACSASCE pelo Piso Salarial Nacional. Primeiro foi conseguido uma emenda na Constituição Federal, criando a emenda nº 63, sendo em 2014 regularizada pela Lei nº 12.994 de 17 de junho de 2014, que concede o direito a todos os ACS e ACE receber o piso salarial mensal de R$ 1.014,00, valor este que já é repassado mensalmente pelo Ministério da Saúde aos Municípios desde janeiro do mesmo ano.

Depois de muitas reuniões, paralisações, manifestações, fora e dentro do Município de Canindé de São Francisco, inclusive em Brasília, como também acionando o Ministério Público do Estado de Sergipe e a própria justiça, o prefeito Heleno Silva encaminhou o projeto de Lei nº 04 de  17 de março de 2014, que garanti o pagamento do Piso Salarial Nacional das categorias dos ACS e ACE, o projeto mencionado foi aprovado por unanimidade pelos vereadores presentes na noite da última quinta-feira dia 19 de março.


"Foram muitas viagens à Brasília, muitas manifestações, paralisações, fora e dentro de Canindé, foi muito suor derramado, mas tudo isso valeu a pena. Primeiramente agradeço à Deus, e depois obrigad à cada ACS e ACE, obrigado aos nossos familiares que tanto nos ajudaram compreendendo os nossos passos e ausências de casa por muita e muitas vezes, obrigado à cada pessoa de Canindé de São Francisco que de forma direto ou indireta contribuiu para que alcanssássemos essa vitória, A EFETIVAÇÃO DO PISO SALARIAL" declara o Ex-Presidente da ACACSACE e atual Secretário Geral do SINDISERVE-CANINDÉ, José Adailton de Souza.


"Essa é uma vitória da Classe Trabalhadora de Canindé de São Francisco, parabéns aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias que já tem a lei aprovada e que receberá já nesse mês de março o PISO SALARIAL NACIONAL dos ACS e ACE, esse momento mostra que quando se sonha e luta em conjunto a realização pode ser concretizada" declara o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Aleixo. 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...