quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

0

"OS ESQUECIDOS" O Carnaval dos Servidores Públicos em Canindé, foi com Paralisação e o bloco nas Ruas

No último dia 04 de fevereiro de 2016, os servidores públicos do Município de Canindé de São Francisco realizaram uma Paralisação de advertência, com o ato público “abertura oficial do Carnaval de Canindé, com o “Bloco Os Esquecidos” foram quase 4 horas de arrastão pelas principais ruas e avenidas com muitas reivindicações, pelo descaso em que o prefeito Heleno Silva (PRB) vem tratando e massacrando os servidores que fazem a Cidade andar!

Centenas de servidores e população em geral fizeram várias paradas em frente às secretarias e órgãos públicos, o primeiro órgão foi a CÂMARA DE VEREADORES, onde a classe trabalhadora reivindicou vários direitos que não estão sendo cumpridos, haja visto que existem LEIS MUNICIPAIS, mais os nobres vereadores não as fiscalizam para que seja garantida à sua efetivação. Dentre elas está a Lei nº 290/2012 que autoriza o município de Canindé de São Francisco contratar o IPESAÚDE – Plano de Assistência à Saúde de Servidores do Estado de Sergipe, no dia 07 de fevereiro de 2016 a Lei completou 04 anos e não foi efetivada, se quer fiscalizada pelos legisladores, então os servidores reivindicaram o Plano de Saúde “CANTARAM PARABÉNS PARA VOCÊ” em alusão aos quatro anos de sancionada a lei que autoriza o município a contratar o IPESAÚDE.

“A administração do prefeito Heleno Silva, foi baseada em decretos de contenção de gastos, pois bem, para onde foi foi esses gastos contínuosdecretos, para conter gastos para que? A população de Canindé precisa saber. Queremos menos falácias do Prefeito Heleno Silva e mais ações. Os servidores Públicos que faz este município andar não pode pagar esta conta” Afirma a Vice-presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Rosana Menezes.

Prosseguindo com o ato público, a parada foi em frente ao Gabinete do Prefeito, não sabemos o por que desse nome “GABINETE DO PREFEITO”, é muito raro o prefeito estar nele, os servidores adentraram o gabinete onde o mesmo ficou lotado a fim de conversar com o Prefeito, mas o edis não estava lá. Mesmo assim a categoria cobrou mais comprometimento do Prefeito Heleno Silva (PRB) para com os servidores públicos e população de Canindé.

Em especial a falta de respeito para com os trabalhadores e trabalhadoras servidores públicos que desde o dia 04 de janeiro de 2016, o SINDISERVE-CANINDÉ: Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco encaminha ofício solicitando reunião com o prefeito com a maior brevidade possível para dar início à mesa de negociação, entre a prefeitura municipal e o SINDISERVE-CANINDÉ, referente à Campanha Salarial 2016, que a proposta dos Servidores para o reajuste Salarial 2016 e as pautas de reivindicações das categorias já se encontra oficializadas ao Prefeito e que até o momento não houve uma resposta sequer.

“O prefeito Heleno Silva está se negando há mais de ano a entregar a Folha de Pagamento para o Sindicato, ele tem que abrir a CAIXA PRETA, estamos hoje mais uma vez nas ruas e avenidas de Canindé, pois o descaso para aqueles que realmente faz o município andar é enorme, o estado precisa saber quem é o prefeito Heleno Silva (PRB), é injusto termos agora no serviço público a implementação de uma cultura de atrasar salários, nem mesmo as leis existentes no município ele está cumprindo, não está pagando a titulação e o desenvolvimento por escolaridade, direitos contidos na Lei Municipal nº 227/2009, que é o nosso Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos, e o mais triste disso tudo é ver uma Câmara de Vereadores que não fiscalizam os atos administrativos do prefeito” declara o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Aleixo.

O Bloco “OS ESQUECIDOS” prosseguiu pelas ruas e avenidas onde as pessoas iam aderindo o movimento, a próxima parada foi em frente à Secretaria de Educação, onde a Secretária Eliane de Moura Morais não estava, mesmo assim a categoria fez duras críticas pela forma em que os servidores que estão lotados na Secretaria de Educação vem sendo tratado: recentemente foi cortado sem aviso prévio a FG 09 dos Secretários de Escola (Assistentes Administrativos), cortado suspenso no mês de dezembro o adicional noturno dos servidores, periculosidade para os vigilantes, onde a secretaria de educação não tem a mínima intenção em que se avance, falta de fardamento e vestimentas em geral, falta de EPI’s: Equipamentos de Proteção individual e precárias condições de trabalho.

Ainda em frente à Secretaria de Educação, a servidora pública efetiva do município de Canindé de São Francisco, investida no cargo de servente, Cícera de Lima, usou a palavra e falou a real situação em que as escolas do município se encontra, em especial as escolas do interior, onde ela trabalha, que falta desde a água sanitária até o sabão em pó, onde é preciso o gestor rever a situação em que está tratando os servidores públicos, onde os mesmos não estão tendo condições adequadas de trabalho há muito tempo.

Continuando com o arrastão, o “BLOCO OS ESQUECIDOS” vinha chamando atenção, ao som de Loirinho do Forró Elétrico, e com muitas reivindicações iam mostrando a situação catastrófica que não só os servidores públicos se encontram e sim todos os segmentos da sociedade pela falta de gestão do prefeito Heleno Silva (PRB).





A próxima parada foi em frente à secretaria de Administração, onde centenas de servidores adentraram porta a dentro, não tinha nenhum responsável pelo departamento, contudo as reivindicações foram feitas, há mais de um ano a Diretoria do SINDISERVE-CANINDÉ vem oficializando a Secretaria de administração requerendo a Folha de Pagamento, para que se faça um estudo concreto da situação em que se encontra os servidores públicos municipais de Canindé, foi reivindicado também a extinção do DESVIO DE FUNÇÃO, e que o Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos dos Servidores e o Estatuto dos Servidores Públicos sejam efetivados.

O órgão público onde os servidores reivindicaram foi a Comarca do Ministério Público de Canindé de São Francisco, onde o promotor não se encontrava, mesmo assim, a categoria reivindicou que o Ministério Público fosse mais enérgico para com o Prefeito Heleno Silva e sua gestão, foi reivindicado ao Ministério Público que o mesmo exigisse da Prefeitura a Folha de Pagamento. Foi questionado ao Ministério Público uma atuação mais enérgica em relação à Lei de Acesso à Informação, que a prefeitura de Canindé regulamente e implemente o quanto antes.               


Dando continuidade, os Servidores com muita disposição continuaram reivindicando nas ruas e avenidas de Canindé de São Francisco,  as reivindicações agora foi em frente à Secretaria de saúde, onde até o momento os servidores lotados na secretaria de saúde estavam com seus salários atrasados. A diretoria do SINDISERVE-CANINDÉ procurou o Secretário de Saúde Enock. Porém o mesmo não se encontrava.




O Diretor Executivo do SINDISERVE-CANINDÉ, José Adailton de Souza, questionou o descaso em que os servidores da saúde se encontra e afirmou que a situação que vem se tornando uma constante, que é atrasar o salário dos servidores da saúde, principalmente nos últimos quatro meses não pode continuar.






O Bloco “Os Esquecidos” reivindicaram em frente à casa do Prefeito Heleno Silva, onde foi solicitado que o prefeito tomasse pulso e gerisse de uma forma mais responsável o município, que acabasse com os vícios e acordos políticos que é ponto crucial para a calamitosa situação em que o município de encontra.



Dando continuidade, os Servidores Públicos e população em geral, reivindicaram na Secretaria de Finanças, onde todos os participantes adentraram porta a dentro, o Secretário de Finanças, José Santos de Andrade (Neném) não se encontrava. A categoria reivindicou que o projeto de lei entregue pela Diretoria do SINDISERVE-CANINDÉ, que garante que o servidor receba no mês trabalhado seja encaminhado para a Câmara de Vereadores, onde o mesmo projeto se encontra engavetado pelo mesmo. Foi reivindicado também igualdade perante para com os servidores, e que decretos abusivos sejam extintos.

O ato público encerrou-se em frente à Praça Ananias Fernandes, onde os servidores realizaram a paralisação de advertência.

Logo após o ato a Diretoria do SINDISERVE-CANINDÉ, representado pelo presidente da entidade, Emanoel Aleixo, a Vice-Presidente, Rosana Menezes e o Diretor Executivo José Adailton foram até a Rádio Xingó FM e concederam uma explanação referente à Paralisação de Adevertência e o ato Público, o Bloco “Os Esquecidos”.




“Os Servidores Públicos Municipais de Canindé e a população estão de parabéns, mostramos força, não vamos deixar ser sucumbidos pela má e incompetente administração do Prefeito Heleno Silva, tem que ver o que é prioridade, Heleno tem que abrir a caixa preta da prefeitura, temos que debater desde o dia 01 de janeiro de 2013, todos os atos, todas as receitas e principalmente todas as DESPESAS, estamos tranquilos e sabemos o que queremos, queremos ser valorizados enquanto servidores, enquanto centenas de trabalhadores servidores públicos que faz a Cidade de Canindé andar. CANINDÉ PODE!, declara o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ Emanoel Aleixo.


DEPARTAMENTO DE DIVULGAÇÃO E CULTURA DO SINDISERVE-CANINDÉ
Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco – SE
Rua Domingos Alves Feitosa, 151 – Mutirão – CENTRO – CEP: 49.820-000
FONE/FAX: (79) 3346-1948 – CELULAR: (79) 9606-0876 (79) 99974-5601
Canindé de São Francisco – SE

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

0

Paralisação dos Servidores Efetivos de Canindé colocarão o Bloco na rua: "OS ESQUECIDOS"

No último dia 28 de janeiro de 2016, os servidores públicos municipais do Município de Canindé de São Francisco, deliberaram por unanimidade uma paralisação de advertência pelos desmandos e descasos em que o Prefeito Heleno Silva (PRB) vem fazendo perante os Servidores.







quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

0
Servidores públicos efetivos do Município de Canindé de São Francisco se reunirão no próximo dia 28 de janeiro de 2016 para definir as estratégias de luta.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

0

É lançada a Campanha Salarial 2016: "A LUTA SE CONSTRÓI COM O COLETIVO"


No último dia 22 de dezembro de 2015, os Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco lançaram a Campanha Salarial 2016: "A LUTA SE CONSTRÓI COM O COLETIVO", foi aprovado por unanimidade a proposta de reajuste salarial em 28% para todas as categorias e 30 pautas de reivindicações para o ano de 2016.














O Sindiserve-Canindé já oficializou ao prefeito Heleno Silva a proposta de reajuste salarial, e as 30 pautas de reivindicações para o ano de 2016, como também solicitou uma reunião com a maior brevidade possível. 

veja abaixo a proposta de tabela salarial aprovada em Assembvleia Geral da Categoria e encaminhada ao Prefeito.





Veja abaixo as pautas de lutas aprovadas para o ano de 2016.

1) Reajuste Salarial;
2) Extinção do Desvio de Função e cedências por apadrinhamento;
3) Contratação do Plano de Saúde para os Servidores;
4) Regulamentação de Direitos conquistados e Revisão do Plano de Carreira (Lei 227/2009);
5) Periculosidade para os Vigilantes;
6) Reestruturação Administrativa com a participação do SINDISERVE-CANINDÉ;
7) Redução da Jornada de Trabalho para 30 horas semanais garantida em Lei;
8) Regulamentar A Lei do adicional de Difícil Acesso aos servidores que trabalham no interior;
9) Transformação de gratificações em salário decente para todos os servidores;
10) Abertura de concurso público, com editais construídos em conjunto com o sindicato, de acordo com a necessidade, com garantia de nomeação de todos aprovados, para por fim à terceirização de Canindé de São Francisco;
11) Executivo encaminhar para a Câmara de Vereadores Projeto de Lei que Garanta Fardamento e Vestimentas em geral, como também crachás de identificação;
12) Insalubridade de 40% para a categoria dos(as) Serventes;
13) Valorização dos servidores efetivos e redução dos comissionados e contratados;
14) Cursos de aperfeiçoamento ou Capacitação Profissional para os Servidores Efetivos;
15) Plano de Carreira Específico para os Profissionais da Educação;
16) Plano de Carreira Específico para os Profissionais da Saúde;
17) Condições adequadas de trabalho para o desenvolvimento dos serviços;
18) Escala de Férias e Licença Prêmio, esta última dando preferência para os servidores com mais tempo de serviço;
19) Creche para os filhos das mães trabalhadora,.s;
20) Repasse da Folha de Pagamento Detalhada e Nominal mensalmente ao sindicato;
21) Plano Habitacional para os Servidores Municipais (Moradia Popular);
22) Instituição de Lei Municipal que promova a instalação da Mesa Permanente de Negociação Coletiva entre a Administração e o SINDISERVE-CANINDÉ.
23) Respeito aos direitos do Estatuto do Servidor;
24) Garantir em Lei EPI's: Equipamentos de Proteção individual, para todos Os servidores.
25) Pagamento imediato de todos os precatórios devidos aos servidores públicos municipais;
26) Equiparação Salarial das categorias do Nível V;
27) Maior Efetividade e Cumprimento da Lei nº 249 - Dispõe sobre a Perícia Médica da Administração Pública.
28) Criação de Lei Municipal que institui a Assistência Funerária através de inclusão do referido beneficio no Estatuto dos Servidores Municipais, por ocasião do falecimento do servidor e ou, de seus dependentes; 
29) Implementação de Lei que proíba o assédio moral, com punição para os que praticarem;
30) Garantir em lei que o servidor receba no mês trabalhado.


"Os servidores de Canindé já sabem, para tirar os nossos sonhos do papel e transformar em realidade será preciso muita determinação e disciplina, precisamos e merecemos um reajuste digno, justo e decente, como também ser atendidos em nossas reivindicações. A "crise" que ai está é administrativa. O prefeito tem que receber os representantes dos servidores e efetivar as demandas", declara o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Aleixo.





0

Gestão de Heleno Silva atrasa novamente o salário dos servidores efetivos


Cadê o Dinheiro Prefeito Heleno Silva? O gato comeu?
SERVIDORES DE CANINDÉ CONTINUAM COM O SALÁRIO ATRASADO! 
Gestão do prefeito Heleno Silva atrasa novamente os salários dos servidores efetivos!

Na manhã de hoje, dia 04 de janeiro de 2015, a diretoria do Sindiserve-Canindé esteve na Secretaria de Finanças para cobrar o pagamento dos servidores efetivos do município de Canindé de São Francisco, foi passado para a direção que o secretario de finanças, José Santos de Andrade (NENÉM), não estava e que não tinha ninguém responsável no departamento para passar informações referente ao pagamento, e que a diretoria retornasse posteriormente.
"É um absurdo o que está acontecendo em Canindé de São Francisco, o prefeito Heleno Silva está pintando e bordando e não se vê fiscalização alguma dos órgãos competentes, não existe crise alguma, a crise é administrativa, falta de gestão do Prefeito Heleno Silva, os Servidores estão se mobilizando e em breve estará definindo as pautas de luta, declara o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Aleixo.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

0

Servidores da Enfermagem se reúne com SINDISERVE e traçam estratégias de luta


Hoje, dia 24 de novembro de 2015, a Diretoria do SINDISERVE-CANINDÉ: Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco, se reuniu com os Técnicos de Enfermagem e Auxiliares de Enfermagem do Município onde foi ouvido as reivindicações da categoria e deliberado os encaminhamentos. 

Os pontos debatidos foram:
  • Atendimento Pré-Hospitalar;
  • Falta de Condições de Trabalho;
  • Falta de Material de Limpeza;
  • Coordenação da Enfermagem - RT - (Responsável Técnico);
  • Escala;
  • Local e Horário de Descanso;
  • Dia Inútil de Trabalho - Art. 153 do Estatuto do Servidor Público;
  • Necessidade de Maqueiro;
  • Sala de Curativo;
  • Sala de Estabilização;
Foi debatidos pontos importantes para a valorização dos servidores da enfermagem lotados no Hospital Haydee de Carvalho, onde obteve como resultado um documento que será analisado pela acessoria jurídica do SINDISERVE-CANINDÉ, e logo em seguida enregue à Direção do Hospital, assim como para o secretário de saúde e o Prefeito Heleno Silva. 

"Fico muito satisfeito e feliz enquanto sindicalista, quando vejo trabalhadoras e trabalhadores conscientes e dispostos a lutarem pelos seus direitos. Os trabalhadores e trabalhadoras estão se tornando protagonistas e lutando pelos seus direitos, saindo do anonimato, arregaçando as mangas e trazendo as demandas para o sindicato, é hora de união, é hora de sabermos o que queremos, temos que ter foco, e conseguir alçar voos grandes, os trabalhadores estão extenuados de serem maltratados em seus direitos", declara Emanoel Aleixo, Presidente do Sindiserve-CAnindé



segunda-feira, 9 de novembro de 2015

0

SINDISERVE CANINDÉ ocupa Secretaria de Saúde

Primeiro Dia da Paralisação de Advertência do Sindicato é marcado por intensa mobilização que segue até quarta-feira
Escrito por: Iracema Corso

Começou nesta segunda-feira, 09/11, a Paralisação de Advertência do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé do São Francisco (SNDISERVE CANINDÉ), filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), que segue por mais dois dias, 10 e 11 de novembro cobrando respeito aos trabalhadores do município, regularização do pagamento dos salários e revogação de medidas que implicam em perdas de direitos.

Contando com intensa mobilização dos servidores públicos do município, o movimento sindical ocupou a Secretaria da Saúde na manhã desta segunda-feira cobrando diálogo e negociação com a gestão municipal.

Os trabalhadores protestam porque direitos conquistados e garantidos em Lei estão sendo negados, os salários estão atrasados, e o Prefeito Heleno Silva governa por Decreto, impondo más condições de trabalho, falta de diálogo, de EPI’s: Equipamentos de Proteção Individual, não efetivação da Lei nº 290/2012, a não contratação do IPESAÚDE, dentre outros problemas. O cenário é uma demonstração do descaso do Prefeito Heleno Silva e sua gestão para com os Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco.

Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Aleixo garante que os próximos dias serão marcados por atos e manifestações no município. “O prefeito Heleno Silva está pintando e bordando  e não se vê uma fiscalização efetiva por parte dos Vereadores. Então nós trabalhadores temos que ocupar as ruas, onde é lá que conquistamos nossas maiores vitórias. Estamos sendo massacrados, desvalorizados, salários atrasados, desvio de função, fantasmas e o Prefeito que passa por cima da Câmara Municipal e governa por decreto, pelo famigerado decreto nº 637, onde o mesmo retira direitos conquistados através de muita luta. Estamos vendo o Prefeito Heleno Silva e suas 11 marionetes que nada fazem pelos trabalhadores e trabalhadoras”.

Com informações da ASCOM


quarta-feira, 4 de novembro de 2015

0

SERVIDORES DE CANINDÉ DELIBERAM PARALISAÇÃO DE 03 DIAS

No último dia 03 de Novembro de 2015, os Servidores Públicos Municipais de Canindé de São Francisco, Sergipe, realizaram uma Assembleia Geral Extraordinário e deliberaram por Unanimidade uma Paralisação de Advertência de três dias.


Com direitos conquistados e garantidos em Lei sendo negados, salários Atrasados, e o Prefeito Heleno Silva governando por Decreto, más condições de trabalho, ofícios não respondidos, falta de EPI's: Equipamentos de Proteção Individual, não efetivação da Lei nº 290/2012, a não contratação do IPESAÚDE, dentre outros descasos do Prefeito Heleno Silva e sua gestão para com os Servidores Públicos do Município de Canindé de São Francisco, a Categoria deliberou por unanimidade uma Paralisação de Advertência por 03 (três) dias, dias 09, 10 e 11 de novembro de 2015, onde ocorrerá atos públicos nos respectivos dias.

Veja a baixo o cartaz da Paralisação:





































 "O prefeito Heleno Silva está pintando e bordando  e não se vê uma fiscalização efetiva por parte dos Vereadores. Então nós trabalhadores temos que ocupar as ruas, onde é lá que conquistamos nossas maiores vitórias. Estamos sendo massacrados, desvalorizados, salários atrasados, desvio de função, fantasmas e o Prefeito que passa por cima da Câmara Municipal e governa por decreto, pelo famigerado decreto nº 637, onde o mesmo retira direitos conquistados através de muita luta. Estamos vendo o Prefeito Heleno Silva e suas 11 marionetes que nada fazem pelos trabalhadores e trabalhadoras" Afirma o Presidente do SINDISERVE-CANINDÉ, Emanoel Aleixo.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...