domingo, 10 de julho de 2016

0

Após denuncias do Sindicato, prefeito Heleno Silva responderá ação civil pública impetrada pelo Ministério Público Estadual

O SINDISERVE-CANINDÉ vem provocando o Ministério Público através de denuncias protocoladas,  no sentido de rever a situação em que os servidores públicos vem sendo tratados pela atual gestão, onde foi fundamental a decisão do juiz Paulo Roberto Fonseca Barbosa, da Comarca de Canindé de São Francisco onde determinou a regularização do pagamentos dos servidores de Canindé, como também bloqueio dos bens do prefeito Heleno Silva (PRB) e o afastamento do secretário de finanças José Santos de Andrade ambos acusados de improbidade administrativa.

No último dia 21 de junho de 2016, a Presidenta interina do SINDISERVE-CANINDÉ Rosana Goes de Menezes acompanhou uma servidora pública para o Ministério Público, onde foi feita mais uma denúncia, em relação ao consignado, onde a servidora detém de um consignado no banco Bradesco, onde o mesmo quebrou o contrato por conta dos atrasos que o município vinha fazendo em relação ao repasse dos consignados, onde foi denunciado que o município retia da conta dos servidores, uma vez que o servidor  recebia o seu contracheque e nele estava constando que os valores foram debitados para o banco onde se tinha o empréstimo consignado, e então o município não repassava para as financiadoras que neste caso são os bancos, no caso da Caixa alguns servidores recebiam uma cartinha de cobrança e alguns foram até negativados, já o Banco Bradesco, em relação a esta servidora que encaminhamos ao Ministério Público, foi quebra de contrato, de uma certa forma penalizando a servidora. Logo após a denúncia, a servidora pública já entrou com ação com a assessoria jurídica do SINDISERVE-CANINDÉ.


"Este caso da companheira que teve o seu contrato quebrado com o banco Bradesco, serviu de peça fundamental para que conseguisse entrar com essa ação civil pública e conseguir, fazer com que o prefeito fosse penalizado até o afastamento do secretário de finanças, foi mediante a esta denuncia que fizemos" finaliza a Presidente interina do SINDISERVE-CANINDÉ, Rosana Goes de Menezes. 


"Nós do SINDISERVE-CANINDÉ, a direção fez, está fazendo e continuará fazendo a sua parte como direção, reivindicando os direitos de todos os servidores públicos municipais de Canindé de São Francisco, levamos muitas denuncias ao Ministério Público, levamos denuncias para que o Ministério Público pudesse estar fazendo a sua parte também, levando até a justiça estes processos de improbidade administrativa, como foi de fato aconteceu nesses últimos dias" declara o Diretor Executivo do SINDISERVE-CANINDÉ José Adailton de Souza.

"Estamos fazendo, como sempre fizemos a nossa parte, agora questionamos o porquê que os vereadores não fizeram nada, os vereadores não tem feito a sua parte, é preciso que a população de Canindé acorde e veja o que se tem feito, nós não somos vereadores, não temos mandato legislativo, mas nós estamos fazendo a nossa parte pelos servidores efetivos, pelos servidores contratados, até pelos comissionados, pois quando acionamos o Ministério Público e em audiência colocamos na mesa que ninguém tinha recebido o seu salário, que tem pessoas com 04, 05 e até 06 meses sem receber o salário, estamos trazendo para nós o que não é de nossa parte, pois o nosso papel é defender os Servidores Públicos Efetivos, mas nós analisando que é melhor para as pessoas contratadas e comissionadas e para toda uma sociedade, nós vimos que não é justo o que estava acontecendo, nós fomos lá, reivindicamos, questionamos, denunciamos ao Ministério Público a falta de pagamento, inclusive, é que nós queremos que os servidores receba o seu salário dentro do mês trabalhado, mas como a administração não está querendo pagar no mês trabalhado, que pelo menos pague no 5º dia útil do mês subsequente" finaliza o Diretor Executivo do SINDISERVE-CANINDÉ, José Adailton de Souza.

Veja na íntegra a denuncia feita pelo SINDISERVE-CANINDÉ ao juiz Paulo Roberto Fonseca Barbosa, da Comarca de Canindé de São Francisco em relação ao atraso de salário:


Veja na íntegra a ação civil pública.





terça-feira, 5 de julho de 2016

0

SINDISERVE-CANINDÉ ACIONA MP E PREFEITURA TERÁ PRAZOS PARA CUMPRIR REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA


Hoje, dia 05 de julho de 2016, aconteceu uma audiência na Comarca do Ministério Público de Canindé de São Francisco, onde o SINDISERVE-CANINDÉ denunciou irregularidades que vem acontecendo no Hospital Haydee de Carvalho e reivindicações da Categoria. O promotor, Dr. Émerson estipulou prazos para que o município se adeque e atenda a demanda dos servidores públicos municipais. Estavam presentes também alguns servidores públicos lotados no Hospital , os técnicos de enfermagem, Evanete Rosa do Nascimento, "Betinho", "Roussou", Luzia.


"Não é de hoje que o Hospital Haydee de Carvalho se encontra em situações precárias de trabalho, mais uma vez denunciamos e caso o município não respeite o que acordou com o Minitério Público, que sofram as penalidades cabíveis" declara o Diretor Executivo do SINDISERVE-CANINDÉ, José Adailton de Souza.


"O Ministério Público estipulou prazos para cada demanda da categoria, e esperamos que o Município se enquadre e cumpra o acordado, caso o município não cumpra estaremos novamente provocando o Ministério Público para que o mesmo possa tomar as medidas cabíveis" declara a Presidenta interina do SINDISERVE-CANINDÉ, Rosana Menezes.




VEJA A DECISÃO DA AUDIÊNCIA NA ÍNTEGRA:




 





segunda-feira, 4 de julho de 2016

0

NOTA DE REPÚDIO SOBRE O ATRASO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DE CANINDÉ DE SÃO FRANCISCO

A direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé de São Francisco SINDISERVE-CANINDÉ torna público o seu repúdio ao governo do Prefeito Heleno Silva (PRB) pelo atraso no pagamento da folha de servidores nos últimos meses. É lamentável também o fato do Prefeito Heleno Silva e sua gestão não tratar com prioridade os servidores públicos municipais.

É inadmissível que uma situação que há tempos era habitual seja modificada, como também está sendo desrespeitada a Lei Federal, que prevê o pagamento até o 5º dia útil do mês subsequente ao mês trabalhado.
O atraso dos pagamentos provoca transtornos desnecessários e vexatórios. Muitos servidores estão impossibilitados de honrar os seus compromissos financeiros, enquanto outros já calculam os prejuízos com juros, multas e demais atrasos causados pelo atraso nos pagamentos dos servidores.

Outrossim, apelamos ao prefeito Heleno Silva, ciente da situação de atraso do pagamento constante dos servidores públicos municipais de Canindé de São Francisco pague os proventos da categoria em dias, ou seja, no mês trabalhado.


Informamos aos servidores públicos municipais de Canindé de São Francisco, que estamos na luta incansavelmente para que seja aprovada uma Lei Municipal que defina a data de pagamento da categoria. Já acionamos o nosso departamento jurídico e estamos acionando os órgãos competentes para que esse desrespeito  que a atual gestão está tratando os servidores públicos que fazem este município andar tenha um desfecho, e que possamos voltar a receber no mês trabalhado.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

0

Assembleia Geral Ordinária será próximo dia 29 de junho de 2016

Quarta-feira  acontecerá a Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas do SINDISERVE-CANINDÉ. A presença de todos é de suma importância.


terça-feira, 14 de junho de 2016

0

ATENDIMENTO DA ASSESSORIA JURÍDICA É AMANHÃ DIA 15 DE JUNHO

#ALUTASECONSTRÓICOMOCOLETIVO!

ATENDIMENTO DA NOSSA ASSESSORIA JURÍDICA SERÁ NO PRÓXIMO DIA 15/06/2016 (quarta-feira) a partir das 14h30min.

Atenciosamente,
À Direção do SINDISERVE-CANINDÉ










ATENÇÃO SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CANINDÉ DE SÃO FRANCISCO!
É AMANHÃ O ATENDIMENTO DA NOSSA ASSESSORIA JURÍDICA.
TA CHEGANDO "CARTINHA" DOS BANCOS COBRANDO ALGO INDEVIDO?
QUER ENTRAR COM AÇÃO JUDICIAL CONTRA A PREFEITURA?
ESTÁ COM DÚVIDA EM ALGUM DIREITO?
FÉRIAS?
LICENÇA PRÊMIO?
DIA INÚTIL DE TRABALHO?
HORA EXTRA?



sexta-feira, 10 de junho de 2016

0

Audiência pra apurar irregularidades da gestão do Prefeito Heleno Silva

Após denúncias do SINDISERVE-CANINDÉ, aconteceu ontem dia 09 de junho de 2016, audiência no Ministério Público da Comarca de Canindé de São Francisco, para tratar das irregularidades da Gestão do Prefeito Heleno Silva, como direitos não respeitados.

Representando o SINDISERVE-CANINDÉ, esta a presidenta interina Rosana Goes de Menezes, a Secretária Geral Iracema Venuto Moraes e o Diretor Executivo José Adailton de Souza, representando a gestão municipal estava presente o Prefeito José Heleno da Silva, o secretário de Obras, Beto Vieira, a secretária de Bem Estar Leila, a Secretária de Educação, Edneide Rocha Santos e Heráclito, os vereadores presentes foram Ronildo Beserra e Ivone Alves Feitosa e o vereador Luciano Ferreira que chegou no finalzinho da audiência, os representantes da ACACSACE, o presidente Joelton de Souza Cruz e os diretores Rita Solange e Edimê Gomes do Nascimento, estava presente também o denunciante em relação a falta de combustível para transportar os pacientes para Aracajú, Emanoel Aleixo.

Após a Direção do SINDISERVE-CANINDÉ entregar ao Ministério Público, os dignósticos situacionais colhidos no período grevista, o promotor Dr. Émerson foi in loco e detectou que realmente está faltando remédios básicos nos postos de saúde, hospital e farmácia básica. Em relação a falta de gasolina, foi comprovada também, que o método buscativo de pacientes não está sendo feito pela falta de combustível.

A ACACSACE denunciou a falta de condição de trabalho para os ACE: Agentes de Combate às Endemias, como também a falta da realização por parte do município de um exame periódico, o colesterase,  que tem que ser feito a cada três meses e que não está sendo feito. Foi denunciado ainda a falta de materiais como, lápis, borracha, caneta.



"O município está recebendo o PMAq desde 2011 e apenas no mês de agosto ano de 2015 começamos a receber, na portaria é bem clara, de que é garantido um percentual para os profissionais das unidades básicas de saúde, NASF e CEO, por isso não abrimos mão do nosso retroativo e já estamos tomando as devidas providências" declara o Diretor Executivo do SINDISERVE-CANINDÉ, José Adailton de Souza.



"Atraso de salário, direitos negados, tudo isto e muito mais o prefeito de Canindé só fala em crise, seja propositivo prefeito Heleno! O senhor está fazendo a mesma politicagem, forma de governo que outras gestões faziam, por isso o que precisa ser feito, é ter atitude e acabar de uma vez por todas com as gordurinhas existentes na Folha de Pagamento" declara a Presidenta Interina do SINDISERVE-CANINDÉ Rosana Goes de Meneses, em resposta ao prefeito Heleno Silva.

Veja na íntegra a recomendação que fez o Ministério Público para a refeitura, onde já tem marcada uma nova audiência pública, para que o executivo traga a solução, com prazos definidos.








quinta-feira, 9 de junho de 2016

0

SINDISERVE-CANINDÉ INTENSIFICA ESTUDO NA FOLHA DE PAGAMENTO E IDENTIFICA IRREGULARIDADES


A LUTA NÃO PODE PARAR!

Hoje, dia 09 de junho de 2016, o Diretor Executivo do SINDISERVE-CANINDÉ José Adailton de Souza juntamente com a Servidora Pública Evanete Rosa do Nascimento, intensificaram o estudo da Folha de Pagamento relacionada à saúde, onde foi identificado várias irregularidades e será apresentada junto à COATAJUF, Comissão de Análises Técnicas, Jurídicas e Financeiras dos Servidores Públicos Municipais de Canindé de São Francisco, Sergipe.
0

SINDISERVE-CANINDÉ COBRA REUNIÃO COM FINANÇAS PARA DEFINIR A DATA DE PAGAMENTO DA TITULAÇÃO!



A LUTA SE CONSTRÓI COM O COLETIVO!

Hoje, dia 09 de junho de 2016 os a presidenta interina do SINDISERVE-CANINDÉ Rosana Goes de Menezes e a Secretária Geral Iracema Venuto Moraes foram reivindicar a reunião que tratará sobre o direito que está sendo negado até o momento, que é a TITULAÇÃO. O pessoal da secretaria de Finanças informou que o Secretário de Administração e Finanças não comparecerá esta semana por motivo de saúde, informou também que semana que vem acontecerá a reunião para que seja definida a data de pagamento dos direitos, como também todo o retroativo. NO dia de hoje também as companheiras conseguiram marcar a reunião da COPEACA para a próxima quarta-feira, dia 15 de junho de 2016.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...